Acne: a doença e o tratamento

“Acne é uma doença inflamatória da pele, de maior frequência durante a adolescência. Isso se dá devido ao nível elevado de hormônios sexuais, que causa o aumento da secreção de sebo pelas glândulas sebáceas e provoca o aparecimento de espinhas, bolhas e pontos negros principalmente no rosto, nas costas, no colo e nos ombros”.  [parcialmente extraído da Wikipédia]

Pois é. Comigo não foi assim. Apesar de eu ter 21 anos, já era idade para não ter mais problemas com acne. Se estou escrevendo esse post, é sinal de que ainda tenho, não acham?

Iniciei, há quatro meses, um tratamento para o problema. Consultei uma dermatologista que me examinou e caracterisou meu problema como “acne moderada / grave”. Isso quer dizer que eu não sou um tipo de paciente comum, mas também não tenho o mais grave dos problemas. Estou no meio termo. O primeiro tratamento indicado foi:

  • Tetralysal 300g: ingestão de um comprimido por dia, durante 14 dias;
  • Tetralysal 150g:  após o término da ingestão do Tetralysal 300g, ingestão de uma cápsula por dia, também durante 14 dias;
  • Dermotivin: sabonete para uso diário, lavar o rosto ao acordar e antes de ir dormir;
  • Adacne Gel: aplicar o gel após a lavagem do rosto, antes de dormir, dia sim / dia não, durante uma semana. Na semana seguinte, aplicar o gel todos os dias.

Pois é. O tratamento acima trouxe poucos resultados. Após isso, a minha dermatologista me solicitou diversos exames de sangue e me indicou o site do CUCAS (veja nos links abaixo), para tirar dúvidas sobre o próximo passo do tratamento: a ingestão de Roacutan.

O remédio é temido por muitos por causa de seus efeitos colaterais (clique aqui e leia a bula do remédio). Para receitá-lo, o médico dermatologista precisa comprovar que pode prescrever o medicamento, por meio de uma nota-comprovatória, entregue ao paciente. Além disso, nós pacientes, devemos assinar vários termos de compromisso, atestando nossa ciência e responsabilidade sobre o uso do remédio.

Hoje foi o meu primeiro dia de uso. Até agora, nenhum efeito colateral. Postarei nesse blog as evoluções e possíveis ‘probleminhas’ com o tratamento, além de dicas para cumprir todas as prescrições médicas.

É isso.

Alguns links interessantes para quem está pesquisando sobre o assunto:

  • CUCAS – Clube dos Unidos Contra a Acne: informações sobre a saúde da pele, seção de entretenimento, procura por dermatologistas e dicas – http://www.cucas.com.br
  • Acne: site informativo sobre a acne. O que é, como surge, mitos e verdades, cuidados com a pele e outras informações -
    http://www.acne.com.br
About these ads

3 comentários sobre “Acne: a doença e o tratamento

  1. Muitas pessoas já me recomendaram. É muito provável que funcione, sim. Meu dermatologista não me deixou usar e me prescreveu um tratamento que não adiantou. Agora não tenho mais $ pra bancar dermatologista e larguei de mão dessa porra.

    Mas boa sorte! Eu acho que minha experiência no assunto me concede o direito de dizer que sei como é…

    Bjs!

  2. nossa eu adorei vcs explicao direitinho sabia eu fiquei muito emocionada de saber disso uhuhuhuhhuhuhuhuh iguanas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s