Saudosismos

Saudosismos

saudosismo
Tenho vivido uma fase extremamente saudosista da minha vida. Não sei se é a velhice batendo à porta (completei um quarto de século da forma mais bonita que podia ser mas, ainda assim, é a quarta parte de um século de vida) ou se é a saudade e a volta de muitas pessoas que tem acontecido nos últimos tempos.
 Fato é que as minhas lembranças favoritas dos últimos dias têm sido não do último final de semana, mas do primeiro apelido idiota, não da última banda alternativa que descobri, mas das primeiras, não dos meus atuais textos, mas dos mais antigos, daquela adolescente retardada que nem sonhava ser jornalista.
Lembranças felizes, que vêm na forma de um grupo de jovens dançando em roda embaixo do vão do MASP numa terça-feira em que teria que chover. O batuque de tambores e o som do violão, o passinho ensaiado e as vozes… Qualquer desavisado pensaria serem loucos, mas era só a juventude do neocatecumenato celebrando a vinda do tal Francisco. O que, é claro, me fez chorar de alegria lembrando do cânticos favorito da D. Marlene, justamente aquele que aqueles jovens que eu não conheço cantavam. Um bom momento.
Ou o shuffle do seu celular, que sempre te leva para as músicas mais lindas, como aquela do grupo de inglês que nem da sua sala era, mas cuja apresentação você precisava ver de qualquer jeito. E aquele CD q você ganhou de aniversário da panela, com uma música pra lembrar de cada pessoa? A capa ainda está lá, junto com as cartas e cartões de aniversario de outros anos… E aquela árvore da vila onde você morava quando pequeno, que te contava as historias mais legais da vida?
A saudade do passado é uma ponta de vida que nasce a cada dia. É ver-se impelido a rever em si erros e acertos que moldam e que fazem diferença. É bom ser saudosista de sua própria história, desde que não se deixe viver apenas de passado. O presente está ai para nos desafiar, nos mandar para novos desafios, nos fazer ficar um pouco mais nos bastidores para depois subir ao palco e brilhar ou nos ajudar nas decisões fáceis e nas difíceis.
E também tem o futuro que… Bom, o futuro, quem sabe não é mesmo?
Anúncios

4 comentários sobre “Saudosismos

  1. Fiquei pensativo após a leitura, só depois de viajar no passado é que vim aqui digitar algo. Eu estou passando por essa fase, sentindo falta das idiotices da adolescência. São coisas que não voltam, por mais que se reúna os mesmos amigos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s