Melhorando no Inglês: janeirão tá rendendo!

E eu prometi que não ia parar de falar de inglês por aqui, ainda que não houvesse uma só alma viva para ter paciência pra me ler, certo? ERRADO! Quando o mundo vira as costas pra você, você vira as costas para o mundo! Então repita comigo, HAKUNA MATATA! (ok, parei cás babaquice!)

Então, estou fazendo intensivo no inglês para (ver se crio vergonha, acabo logo com isso e vou pros EUA!) elevar meu nível de conhecimento no idioma e terminar o curso. Nesse level, precisamos entregar no mínimo duas redações por semana, uma delas falando sobre uma notícia que escolhemos na internet e discutimos em sala. Uma das notícias que levei nos últimos dias foi sobre a criação do Important Studios, dos criadores do South Park. Abaixo, a minha redação, já corrigida (porque apesar de poucos, não vou ficar aqui exibindo meus erros pueris pra vocês, porque né?)  e mais abaixo ainda o link para o texto que a originou. Espero que vocês UM leitor aproveitem e, se acharem algum erro ou quiserem comentar a respeito do texto, usem a aba de comentários abaixo.

south park

The Important Studios: a new proposal with a old way

The new Business partnership between the South Park creators  (Trey Parker and Matt Stone) to create their own production studio sounds like a new and dangerous adventure for both of them. Those guys trying to be business people, which means they had to have any idea about how to deal with the business guys, with scheets, with money and accountability. But they are cartoon people, so, we have a problem here. Or the greatest idea for that century.

When we look behind and saw the biggest guys who created they innovation business for our times, we just can see an idea, less money and a lot of hope. Were was the way from Steve Jobs, with Walt Disney, with Bill Gates…  Here and with that guys we didn´t have that kind of situation: they raised money to that, they had a big investor and they “love each other”. According to the interview published on The New York Times they said that  they “Having worked with several different studios over the years, we came to realize that our favorite people in the world are ourselves.”

I believe that´s a new chance to have biggest changes in the studios business. As we know, we just have bigger employers in that market share and I think we need some fresh. With “Important Studios” we have a new company who started big, but we also have a new way to make the things happen. I believe in changes. I believe in people who think different. Can we get ready  to wait and see?

Anúncios

Teste seu nível de compreensão de escrita em inglês

Ontem estava eu procurando algumas lições de inglês para praticar, quando encontrei esse teste aqui.

É uma forma bacana de descobrir se você consegue ou não entender direitinho o que está lendo em inglês. Primeiro você vai visualizar um exemplo e uma breve explicação de como acontece o teste. Depois, terá 15 minutos para responder às 20 perguntas do teste com a alternativa que mais se aproxima do real significado de cada frase proposta. É tempo suficiente para conseguir, fique tranquilo.

Aí, seu resultado vai aparecer e em seguida você vai visualizar a tabela abaixo, que traduz o que o seu resultado significa, ou seja, em que nível você está.

Written Comprehension

 

Eu tenho um 60% para compartilhar com vocês. E aí, fez o teste? Qual foi seu resultado?

Aprendendo inglês: como tudo começou, algumas evoluções e dicas

Eu nunca fui uma pessoa que tivesse muito tempo livre para estudar outro idioma, mas sempre quis aprender. Quando estava no colegial, muitos dos meus amigos entraram em escolas de idiomas, coisa que eu não fiz por falta de dinheiro mesmo. Ainda assim, procurava cantar as letras das músicas que eu gostava, entender as aulinhas da escola, acompanhar o que os meus amigos estavam estudando (traduzindo letras do RHCP com a Andreas na biblioteca da escola, ao som de Wonderwall na rádio do colégio e ouvindo as reclamações da Maria do Céu que não aguentava mais o filho cantando a música) e superando alguns traumas – minha primeira e última nota D foi na minha primeira prova de inglês, na 5ª série e depois daquele dia (em que voltei chorando pra casa) resolvi que ia me dedicar com o mínimo de decência ao estudo do idioma.

 

Mesmo com essa programação, não consegui ter conteúdo suficiente para me considerar conhecedora do idioma, então, quando sobrou uma grana, me matriculei numa escola de inglês. As lições me ajudaram muito a evoluir, sempre consegui ir bem nas provas e trabalhos e fazer perguntas bacanas aos professores, mas percebi que só isso não adianta (pelo menos pra mim). Aí, testei alguns métodos indicados por amigos e a coisa tem funcionado. Abaixo, algumas dicas:

  • Música, música e música: podem falar que é bobagem, mas pra mim funciona bem. Quando eu aprendo a letra de uma música, consigo assimilar muitas de suas palavras, o que me ajuda a fazer “links mentais” para usar essas palavras em outras situações. Exemplo: a frase “Can you bring me your notebook, please?” imediatamente me lembra a Amy Lee gritando “Briiingg meeee toooo lifeeee!!!” que me faz assimilar o significado do termo e conhecer uma forma de utilizá-lo. Pra mim, funciona;

 

  • Acompanhe dicas: para quem é viciado em Internet, tudo tem que ter alguma página na Web. Eu sou muito viciada, por isso, encontrei alguns bons sites / blogs com conteúdo super bacana para quem quer aprender inglês. O que eu mais acompanho é o English Experts, em que há lições de professores, nativos do idioma, gringos voluntários, dicas diárias que podem ser encaminhadas para o seu e-mail, dicas com áudio para treinar pronuncia, além de um fórum com dúvidas de estudantes e respostas de professores, profissionais de nível avançado e uma galera super gabaritada. Além dele, recomendo também o blog do Adir Ferreira e o Twitter da galera do Tecla SAP;

 

  • Ter alguém pra conversar: ok, esse tópico tem um título bem carente, mas é isso mesmo… é muito bom ter alguém com quem conversar em inglês, principalmente se essa pessoa tiver paciência pra corrigir seus erros. No meu caso, tenho a minha roomie que é avançada no idioma e o Gustavo, que até já deu aulas por aí… tô bem munida, mas se você também quiser me ajudar, é só falar, beleza?

 

  • Filmes e séries com legenda e áudio em inglês: um conselho do meu atual teacher que vale a pena: tente assistir filmes e seriados que você já viu antes com áudio e legendaem inglês. Assim você vai acostumando o ouvido às pronúncias. Só é bom ser algo que você já tinha visto antes, para que você não fique completamente perdido e consiga assimilar o conteúdo das mensagens.

 

Vou procurar falar mais sobre meus avanços por aqui e prometo que essa não será uma série fracassada como a “Aprendendo Matemática” que também prometo, algum dia vou retomar.